NEWS

NEWS

BOHEMIAN RHAPSODY | Vale Ou Não A Pena Assistir? Leia Nossa Resenha

BOHEMIAN RHAPSODY | Vale Ou Não A Pena Assistir? Leia Nossa Resenha
Diferente do que muitos esperavam, o clima é bem leve, mas dramático.

O DOUTRINADOR | Conheça A Trajetória Do Anti-Herói Brasileiro

O DOUTRINADOR | Conheça A Trajetória Do Anti-Herói Brasileiro
Tudo começa a partir de uma ideia, e foi assim que em 2008 Luciano Cunha, diante de sua indignação pela classe politica brasileira, começou rabiscar esboços e matutar conceitos sobre um personagem que poderia resolver tudo isso na marra.

O DOUTRINADOR | Vale Ou Não A Pena Assistir? Leia Nossa Análise

O DOUTRINADOR | Vale Ou Não A Pena Assistir? Leia Nossa Análise
O maior inimigo da corrupção chegou com os dois pés na porta, mostrando a força do quadrinho nacional.

CRÍTICAS

CRÍTICAS/module
adv/https://www.callangonerd.com/2018/11/operacao-overlord-paramount-brasil.html|https://3.bp.blogspot.com/-KX5M9Hk_oz8/W-EAfLt836I/AAAAAAAAaE0/WwuUlyQ6st8x-eQ6iUmi2A446u0IhLxwgCLcBGAs/s1600/OP_728x90px.gif

FILMES

FILMES/style
adv/https://www.callangonerd.com/|https://4.bp.blogspot.com/-djxfCtBmukQ/W-EHQqUYiKI/AAAAAAAAaFo/pgvVrw-py7kOJx3Gbn196cE-HjRYNc80ACLcBGAs/s1600/Ebanner_728x90_EXIBI%25C3%2587%25C3%2583O.gif

SÉRIES

SÉRIES/style

TRAILERS

TRAILERS/carousel

CURIOSIDADES

CURIOSIDADES/box

Postagens Recentes

TOY STORY 4 | Novo personagem aparece no primeiro teaser do filme

TOY STORY 4 | Novo personagem aparece no primeiro teaser do filme


Finalmente saiu o primeiro teaser de Toy Story 4, e com um novo personagem. Confira:


Muita gente achou que com o fim do arco de Andy e seus brinquedos em Toy Story 3, não haveria sentido para a história continuar, mas descobrimos que isso era só o começo. Os curtas lançados após o último filme, provaram que Toy Story tinha m muito potencial para uma continuação.
Woody sempre foi confiante em relação à seu lugar no mundo e que sua prioridade era cuidar de sua criança, seja Andy ou Bonnie. Mas quando Bonnie traz um relutante novo brinquedo chamado ‘Forky’ para seu quarto, uma viagem na estrada cheia de aventura junto de velhos e novos amigos mas mostrar para Woody o quão grande o mundo pode ser para um brinquedo.
Toy Story 4 será lançado em junho de 2019.

Finalmente saiu o primeiro teaser de Toy Story 4, e com um novo personagem. Confira:


Muita gente achou que com o fim do arco de Andy e seus brinquedos em Toy Story 3, não haveria sentido para a história continuar, mas descobrimos que isso era só o começo. Os curtas lançados após o último filme, provaram que Toy Story tinha m muito potencial para uma continuação.
Woody sempre foi confiante em relação à seu lugar no mundo e que sua prioridade era cuidar de sua criança, seja Andy ou Bonnie. Mas quando Bonnie traz um relutante novo brinquedo chamado ‘Forky’ para seu quarto, uma viagem na estrada cheia de aventura junto de velhos e novos amigos mas mostrar para Woody o quão grande o mundo pode ser para um brinquedo.
Toy Story 4 será lançado em junho de 2019.

OPERAÇÃO OVERLORD | Vale ou não a pena assistir?

OPERAÇÃO OVERLORD | Vale ou não a pena assistir?


Overlord - Uma união estável entre Battlefield e Resident Evil

Zumbidos de aviões, explosões em um céu avermelhado e infinitos navios no mar (...) assim começa a obra que mais se assemelha a um trailer de mais um épico Battlefield. A atmosfera da guerra é fantasticamente empolgante e assustadora. O sons das explosões que dançam pela sala de cinema e os efeitos especiais dignos de Oscars nos põe na seguinte posição: assista esse filme da melhor maneira que puder.

Em uma fileira de soldados assustados, sentados em um dos aviões que marcham no céu contra as tropas nazistas, chegamos a nos sentir um deles. É necessário muita resistência para não imergir naquele espaço que nos convida a um épico fantástico. Os gritos dos diálogos nervosos são ali, no pé do nosso ouvido, que divide espaço com o som dos rugidos da guerra.

E quando a desventura começa, parece que não irá parar nunca mais.

Os acontecimentos que impõe situações ao protagonista tira o ar do espectador facilmente. Um nível de adrenalina que, para os amantes de filmes de guerra, desvirtuar sua atenção durante o filme não se torna mais uma opção. A transição das desventuras sofridas pelo protagonista da vida ao roteiro, e a guerra é de fato seu primeiro antagonista em si. Como um vilão que, nas pequenas coisas, não para de atacar e de tentar por os mocinhos de joelhos. O roteiro e a transição dos acontecimentos são muito fluídos, vivos, onde nos questionamos o tempo todo sobre a qualidade absurda dos acontecimentos em sequência feitos de forma simplesmente genial.

Toda a ambientação dança com luz, efeitos especiais e a sonoplastia. É simplesmente impossível não notar esse cuidado em uma boa sala de cinema. A trilha sonora apresenta-se apenas em momento de suspense, que são muitos, mas a guerra tem suas próprias músicas marcantes que variam entre: explosões, gritos e o silêncio.

A montagem é quase que impecável, com planos sequências não tão longos mas que mantém a inquietude das situações e sustenta a adrenalina. Os personagens, em diálogos fortes e funcionais, exprimem suas características que os diferem e atrai, com diferentes carismas, o público. 

A medida que o filme se afasta do cenário da guerra ele guia onde os heróis encontram suas novas problemáticas aos poucos. O suspense aqui ganha cada vez mais espaço e os sustos funcionam muito bem. E o ritmo continua frenético, mas de uma forma mais amena, suspendendo uma tensão que pode vir a tona a qualquer momento.

Essa quebra de ambientações pode tornar estranho para alguns no decorrer do filme, mas é feita com bastante cuidado. O humor é sutil e funcional, auxiliando apenas nos diálogos que tem sua funcionalidade na forma de contar as histórias que são necessárias. O filme sai de um caos sem vírgulas que é a guerra e imerge em uma invasão do território inimigo que soa como um verdadeiro filme de terror.

Se dividirmos o filme em quatro momentos: o primeiro teria como foco a loucura da guerra; o segundo uma invasão do território inimigo com suspense intenso; o terceiro já levaria a um campo fantástico de situações bastante convidativas. Um filme que consegue transitar entre a guerra como ela é e uma ambientação de apocalipse zumbi, não torna nada absurda pelo contexto narrativo. Aqui o suspense e o terror ganham novas faces, que mantém a qualidade mas ambienta de forma diferenciada.

A medida que as desventuras continuam e os heróis tentam cumprir o objetivo que lhes foram impostos com a guerra, nasce aliados que criam novos arcos e objetivos, vinculados a essa nova realidade fantástica de monstros. Parece uma transição que estranha a estrutura do filme, mas em prática isso não ocorre. É suave e não suspende a descrença nos fatos da obra. 

A última parte do filme, já que dividimos em quatro momentos, parece ter uma mão invisível que auxilia os heróis: as cenas tem suas previsibilidades; as conveniências se iniciam; o acaso cruel que martelava constantemente contra os personagens no início do filme abre espaço em momentos para curtos e gentis diálogos. As diversas perdas durante o filme nos põe em receio sobre o que pode ocorrer com os personagens, mesmo nesses momentos mais "facilitados", principalmente depois de conquistar o público com seus diferenciados carismas. Algo levemente semelhante a Game of Thrones.
De repente ele estava aqui. Agora, ele não está mais.
Mas você ainda está aqui. Levante,vamos.
Gosta de filmes e jogos de guerra? Gosta de filmes e jogos de zumis e monstros? Arruma um espaço nesse final de semana e vai dar uma olhada, da melhor maneira que puder assistir, essa obra que é uma delícia de filme. 

Operação Overlord, vale a pena assistir!


  1. TRAILER

  1. FICHA TÉCNICA
Título original: Overlord
Data de lançamento: 8 de novembro de 2018 (1h 50min)
Direção: Julius Avery
Elenco: Jovan Adepo, Wyatt Russell, Pilou Asbæk
Gêneros: Terror, Ação, Guerra
Nacionalidade: EUA
Distribuidor: PARAMOUNT PICTURES
Ano de produção: 2018

Overlord - Uma união estável entre Battlefield e Resident Evil

Zumbidos de aviões, explosões em um céu avermelhado e infinitos navios no mar (...) assim começa a obra que mais se assemelha a um trailer de mais um épico Battlefield. A atmosfera da guerra é fantasticamente empolgante e assustadora. O sons das explosões que dançam pela sala de cinema e os efeitos especiais dignos de Oscars nos põe na seguinte posição: assista esse filme da melhor maneira que puder.

Em uma fileira de soldados assustados, sentados em um dos aviões que marcham no céu contra as tropas nazistas, chegamos a nos sentir um deles. É necessário muita resistência para não imergir naquele espaço que nos convida a um épico fantástico. Os gritos dos diálogos nervosos são ali, no pé do nosso ouvido, que divide espaço com o som dos rugidos da guerra.

E quando a desventura começa, parece que não irá parar nunca mais.

Os acontecimentos que impõe situações ao protagonista tira o ar do espectador facilmente. Um nível de adrenalina que, para os amantes de filmes de guerra, desvirtuar sua atenção durante o filme não se torna mais uma opção. A transição das desventuras sofridas pelo protagonista da vida ao roteiro, e a guerra é de fato seu primeiro antagonista em si. Como um vilão que, nas pequenas coisas, não para de atacar e de tentar por os mocinhos de joelhos. O roteiro e a transição dos acontecimentos são muito fluídos, vivos, onde nos questionamos o tempo todo sobre a qualidade absurda dos acontecimentos em sequência feitos de forma simplesmente genial.

Toda a ambientação dança com luz, efeitos especiais e a sonoplastia. É simplesmente impossível não notar esse cuidado em uma boa sala de cinema. A trilha sonora apresenta-se apenas em momento de suspense, que são muitos, mas a guerra tem suas próprias músicas marcantes que variam entre: explosões, gritos e o silêncio.

A montagem é quase que impecável, com planos sequências não tão longos mas que mantém a inquietude das situações e sustenta a adrenalina. Os personagens, em diálogos fortes e funcionais, exprimem suas características que os diferem e atrai, com diferentes carismas, o público. 

A medida que o filme se afasta do cenário da guerra ele guia onde os heróis encontram suas novas problemáticas aos poucos. O suspense aqui ganha cada vez mais espaço e os sustos funcionam muito bem. E o ritmo continua frenético, mas de uma forma mais amena, suspendendo uma tensão que pode vir a tona a qualquer momento.

Essa quebra de ambientações pode tornar estranho para alguns no decorrer do filme, mas é feita com bastante cuidado. O humor é sutil e funcional, auxiliando apenas nos diálogos que tem sua funcionalidade na forma de contar as histórias que são necessárias. O filme sai de um caos sem vírgulas que é a guerra e imerge em uma invasão do território inimigo que soa como um verdadeiro filme de terror.

Se dividirmos o filme em quatro momentos: o primeiro teria como foco a loucura da guerra; o segundo uma invasão do território inimigo com suspense intenso; o terceiro já levaria a um campo fantástico de situações bastante convidativas. Um filme que consegue transitar entre a guerra como ela é e uma ambientação de apocalipse zumbi, não torna nada absurda pelo contexto narrativo. Aqui o suspense e o terror ganham novas faces, que mantém a qualidade mas ambienta de forma diferenciada.

A medida que as desventuras continuam e os heróis tentam cumprir o objetivo que lhes foram impostos com a guerra, nasce aliados que criam novos arcos e objetivos, vinculados a essa nova realidade fantástica de monstros. Parece uma transição que estranha a estrutura do filme, mas em prática isso não ocorre. É suave e não suspende a descrença nos fatos da obra. 

A última parte do filme, já que dividimos em quatro momentos, parece ter uma mão invisível que auxilia os heróis: as cenas tem suas previsibilidades; as conveniências se iniciam; o acaso cruel que martelava constantemente contra os personagens no início do filme abre espaço em momentos para curtos e gentis diálogos. As diversas perdas durante o filme nos põe em receio sobre o que pode ocorrer com os personagens, mesmo nesses momentos mais "facilitados", principalmente depois de conquistar o público com seus diferenciados carismas. Algo levemente semelhante a Game of Thrones.
De repente ele estava aqui. Agora, ele não está mais.
Mas você ainda está aqui. Levante,vamos.
Gosta de filmes e jogos de guerra? Gosta de filmes e jogos de zumis e monstros? Arruma um espaço nesse final de semana e vai dar uma olhada, da melhor maneira que puder assistir, essa obra que é uma delícia de filme. 

Operação Overlord, vale a pena assistir!


  1. TRAILER

  1. FICHA TÉCNICA
Título original: Overlord
Data de lançamento: 8 de novembro de 2018 (1h 50min)
Direção: Julius Avery
Elenco: Jovan Adepo, Wyatt Russell, Pilou Asbæk
Gêneros: Terror, Ação, Guerra
Nacionalidade: EUA
Distribuidor: PARAMOUNT PICTURES
Ano de produção: 2018

Filmes que não consigo parar de assistir

Filmes que não consigo parar de assistir


Sabe aquele filme que você já assistiu inúmeras vezes, e não cansa? A sétima arte é repleta de filmes que não saem da nossa cabeça, sendo que algumas delas são capazes de nos fazer decorar todas as falas. Pensando nisso, selecionei alguns que nunca canso de ver. 

  1. CURTINDO A VIDA ADOIDADO (1986) 

Quem nunca assistiu na sessão da tarde? 

Estrelado por Mathew Broderick, esse é um dos maiores clássicos da Sessão da Tarde, que marcou toda uma geração. Eu queria ter o mesmo sucesso que Ferris Buller na hora de “gazear” as aulas na escola, mas o destino na maioria das vezes era para jogar ‘The King Of Fighters’ no fliperama. As disputas eram acirradas! "Põe tua ficha, pato!"

  1. PREDADOR (1987)

Sou completamente fã desse personagem, mas infelizmente, depois desse apenas' Alien Vs Predador' chega a honrar a obra original de 1987 estrelado por Arnold Schwarzenegger (pesquisei no Google). Nem mesmo o filme mais recente se saiu tão bem.

  1. EXTERMINADOR DO FUTURO 2 (1991)

Simplesmente o melhor filme da franquia 'O Exterminador do Futuro'. Grandes filmes também merecem grandes frases, e sesse foi eternizado com “Hasta La Vista, Baby”. 

  1. FORREST GUMP (1994)

Tom Hanks é sem dúvidas o meu ator favorito, e é claro que um de seus melhores filmes estaria nessa lista. Sério, amo esse filme de paixão. Tudo nele me agrada, não sei se é porque sou meio perturbado, ou algo do tipo. rsrs 

  1. TRILOGIA DE VOLTA PARA O FUTURO 

Sou completamente apaixonado por filmes de ficção científica, mas dentre eles existe um plot pelo qual sou alucinado, que é viajem no tempo. Foi 'De Volta Para o Futuro' me apresentou todo esse conceito, e isso quando eu era apenas um “cumedozin de rapadura”. 

  1. SHOW DE TRUMAN (1998)

Quando assisti esse filme, eu era só um “minino réi amarelo do buchão”, e o mais engraçado disso, é que simplesmente odiei o filme na época. Isso foi por causa de estar esperando por uma comédia, já que era estrelado por Jim Carrey. Isso tudo mudou quando certo dia, decidi assistir por completo. Hoje considero esse como um dos melhores filmes de todos os tempos. 

  1. EU ROBÔ (2004)

Will Smith é um dos atores que mais admiro, seus filmes também estão na lista dos que mais gosto. Dentre todos, 'Eu robô' fica no topo dela. O principal motivo para isso é a trama, baseada na obra de Isaac Asimov, considerado como o pai da robótica. 

  1. O TERMINAL (2004)

Outro filme de Tom Hanks na lista. Quando tive a oportunidade de conhecer o dublador Marco Ribeiro no anime Master 2015, não pude deixar de perguntar sobre a dublagem de 'O Terminal', e é claro que eu queria ouvir ele falando “sou Viktor Navorski, sou de Krakozhia. Remério para bode”. Foi muito massa. 

  1. STAR WARS: A VINGANÇA DOS SITHS (2005)

Sou muito fã de Star Wars e maratona da saga é algo que faz parte da minha vida, mas de todos 'A Vingança dos Siths' é o que eu mais gosto. Toda a reviravolta, Palpatine fazendo a cabeça de Anakin, as lutas com sabres, principalmente Anakin Skywalker vs Obi Wan Kenobi. No final ainda tem o surgimento do Darth Vader que conhecemos. WOW!

  1. 300 (2006) 

Sou louco por épicos, e poder assistir 300 no mesmo período em que jogava 'God Of War', foi muito massa. Pena que o segundo filme não foi tão bom, e não valeu nenhum pouco a espera, enquanto o primeiro, para mim, é uma obra-prima. Obrigado Snyder! 

  1. FRANQUIA HARRY POTTER

Não existe um único filme que eu goste mais que o outro dessa franquia. Sempre assisto a todos da mesma forma, e tenho o mesmo encanto como se fosse a primeira vez. Por mais que tenham diferenças consideráveis em comparação com os livros, a versão cinematográfica foi responsável por esse amor que sinto pela saga. Mesmo os livros fazendo parte da minha maratona anual, e conhecendo as diferenças, as adaptações têm um lugar especial no meu coração. Detalhe, que leio os livros ouvindo a trilha sonora dos filmes. 

  1. A HORA DO RUSH 2 (2001)

Claro que Jackie Chan teria que estar aqui também. Sou fã declarado dele, e tenho uma coleção de quase todos seus filmes, A Hora do Rush 2 é meu favorito. 

  1. INTOCÁVEIS (2012)

Até hoje me emociono com esse filme, que, na verdade, é um dos melhores que eu já vi. Só mesmo assistindo para saber o quanto essa história é verdadeiramente tocante.
  1. O DEMOLIDOR (1997)


Tudo nesse filme me agrada. O elenco conta com Sly, Sandra Bulock e Wesley Snipes, tem ação, toques de humor, ótimos personagens, um grande protagonista e um antagonista de respeito. Tudo isso num futuro bem parecido com o de politicamente correto que vemos hoje. Só falta mesmo saber como funcionam as três conchas. rsrs
  1. INTERESTELLAR (2014)

Esse filme me fez passar uma semana inteira digerindo tudo. Uma obra inteligente, envolvente e profunda, com um dos melhores plot twists que já vi. Sem falar na carga emocional que existe na relação de Cooper e Murphy. Confesso que suei pelos olhos.

  1. PRENDA-ME SE FOR CAPAZ (2002)
Um dos melhores filmes do Di Caprio, e é claro, Tom Hanks está no elenco. O mais impressionante desse filme, é que tudo aquilo é baseado em uma história verdadeira. Isso me fez pesquisar pra saber quem é Frank Abaganale Jr. Sério, que filme PHODA!

  1. BATMAN VS SUPERMAN - VERSÃO ESTENDIDA (2016) 

Sei que esse filme dividiu opiniões, mas para mim esse filme é fantástico. Já perdi a conta de quantas vezes assisti a esse filme. Meu primeiro quadrinho foi 'O Cavaleiro das Trevas' de Frank Miller, e sempre sonhei ver aquele Batman na telona, e BvS realizou esse sonho. 

E você, tem algum filme que não consegue parar de assistir? Comente!

Sabe aquele filme que você já assistiu inúmeras vezes, e não cansa? A sétima arte é repleta de filmes que não saem da nossa cabeça, sendo que algumas delas são capazes de nos fazer decorar todas as falas. Pensando nisso, selecionei alguns que nunca canso de ver. 

  1. CURTINDO A VIDA ADOIDADO (1986) 

Quem nunca assistiu na sessão da tarde? 

Estrelado por Mathew Broderick, esse é um dos maiores clássicos da Sessão da Tarde, que marcou toda uma geração. Eu queria ter o mesmo sucesso que Ferris Buller na hora de “gazear” as aulas na escola, mas o destino na maioria das vezes era para jogar ‘The King Of Fighters’ no fliperama. As disputas eram acirradas! "Põe tua ficha, pato!"

  1. PREDADOR (1987)

Sou completamente fã desse personagem, mas infelizmente, depois desse apenas' Alien Vs Predador' chega a honrar a obra original de 1987 estrelado por Arnold Schwarzenegger (pesquisei no Google). Nem mesmo o filme mais recente se saiu tão bem.

  1. EXTERMINADOR DO FUTURO 2 (1991)

Simplesmente o melhor filme da franquia 'O Exterminador do Futuro'. Grandes filmes também merecem grandes frases, e sesse foi eternizado com “Hasta La Vista, Baby”. 

  1. FORREST GUMP (1994)

Tom Hanks é sem dúvidas o meu ator favorito, e é claro que um de seus melhores filmes estaria nessa lista. Sério, amo esse filme de paixão. Tudo nele me agrada, não sei se é porque sou meio perturbado, ou algo do tipo. rsrs 

  1. TRILOGIA DE VOLTA PARA O FUTURO 

Sou completamente apaixonado por filmes de ficção científica, mas dentre eles existe um plot pelo qual sou alucinado, que é viajem no tempo. Foi 'De Volta Para o Futuro' me apresentou todo esse conceito, e isso quando eu era apenas um “cumedozin de rapadura”. 

  1. SHOW DE TRUMAN (1998)

Quando assisti esse filme, eu era só um “minino réi amarelo do buchão”, e o mais engraçado disso, é que simplesmente odiei o filme na época. Isso foi por causa de estar esperando por uma comédia, já que era estrelado por Jim Carrey. Isso tudo mudou quando certo dia, decidi assistir por completo. Hoje considero esse como um dos melhores filmes de todos os tempos. 

  1. EU ROBÔ (2004)

Will Smith é um dos atores que mais admiro, seus filmes também estão na lista dos que mais gosto. Dentre todos, 'Eu robô' fica no topo dela. O principal motivo para isso é a trama, baseada na obra de Isaac Asimov, considerado como o pai da robótica. 

  1. O TERMINAL (2004)

Outro filme de Tom Hanks na lista. Quando tive a oportunidade de conhecer o dublador Marco Ribeiro no anime Master 2015, não pude deixar de perguntar sobre a dublagem de 'O Terminal', e é claro que eu queria ouvir ele falando “sou Viktor Navorski, sou de Krakozhia. Remério para bode”. Foi muito massa. 

  1. STAR WARS: A VINGANÇA DOS SITHS (2005)

Sou muito fã de Star Wars e maratona da saga é algo que faz parte da minha vida, mas de todos 'A Vingança dos Siths' é o que eu mais gosto. Toda a reviravolta, Palpatine fazendo a cabeça de Anakin, as lutas com sabres, principalmente Anakin Skywalker vs Obi Wan Kenobi. No final ainda tem o surgimento do Darth Vader que conhecemos. WOW!

  1. 300 (2006) 

Sou louco por épicos, e poder assistir 300 no mesmo período em que jogava 'God Of War', foi muito massa. Pena que o segundo filme não foi tão bom, e não valeu nenhum pouco a espera, enquanto o primeiro, para mim, é uma obra-prima. Obrigado Snyder! 

  1. FRANQUIA HARRY POTTER

Não existe um único filme que eu goste mais que o outro dessa franquia. Sempre assisto a todos da mesma forma, e tenho o mesmo encanto como se fosse a primeira vez. Por mais que tenham diferenças consideráveis em comparação com os livros, a versão cinematográfica foi responsável por esse amor que sinto pela saga. Mesmo os livros fazendo parte da minha maratona anual, e conhecendo as diferenças, as adaptações têm um lugar especial no meu coração. Detalhe, que leio os livros ouvindo a trilha sonora dos filmes. 

  1. A HORA DO RUSH 2 (2001)

Claro que Jackie Chan teria que estar aqui também. Sou fã declarado dele, e tenho uma coleção de quase todos seus filmes, A Hora do Rush 2 é meu favorito. 

  1. INTOCÁVEIS (2012)

Até hoje me emociono com esse filme, que, na verdade, é um dos melhores que eu já vi. Só mesmo assistindo para saber o quanto essa história é verdadeiramente tocante.
  1. O DEMOLIDOR (1997)


Tudo nesse filme me agrada. O elenco conta com Sly, Sandra Bulock e Wesley Snipes, tem ação, toques de humor, ótimos personagens, um grande protagonista e um antagonista de respeito. Tudo isso num futuro bem parecido com o de politicamente correto que vemos hoje. Só falta mesmo saber como funcionam as três conchas. rsrs
  1. INTERESTELLAR (2014)

Esse filme me fez passar uma semana inteira digerindo tudo. Uma obra inteligente, envolvente e profunda, com um dos melhores plot twists que já vi. Sem falar na carga emocional que existe na relação de Cooper e Murphy. Confesso que suei pelos olhos.

  1. PRENDA-ME SE FOR CAPAZ (2002)
Um dos melhores filmes do Di Caprio, e é claro, Tom Hanks está no elenco. O mais impressionante desse filme, é que tudo aquilo é baseado em uma história verdadeira. Isso me fez pesquisar pra saber quem é Frank Abaganale Jr. Sério, que filme PHODA!

  1. BATMAN VS SUPERMAN - VERSÃO ESTENDIDA (2016) 

Sei que esse filme dividiu opiniões, mas para mim esse filme é fantástico. Já perdi a conta de quantas vezes assisti a esse filme. Meu primeiro quadrinho foi 'O Cavaleiro das Trevas' de Frank Miller, e sempre sonhei ver aquele Batman na telona, e BvS realizou esse sonho. 

E você, tem algum filme que não consegue parar de assistir? Comente!

DRAGON BALL SUPER: BROLY | Novo trailer foca nas batalhas

DRAGON BALL SUPER: BROLY | Novo trailer foca nas batalhas


Saiu um novo trailer de 'Dragon Ball Super: Broly':


Broly apareceu pela primeira vez há 25 anos, no filme Dragon Ball Z: O Poder Invencível, e mostrou um dos mais poderosos Sayajins que alimentava um ódio mortal do Goku, desde o berço. Broly não pertencia ao canon oficial de Dragon Ball, até ser reformulado pelo mestre Akira Toriyama, para um novo filme. 

Com distribuição da Fox, Dragon Ball Super: O Filme tem estreia prevista para 14 de dezembro no Japão. No Brasil, a estreia deve acontecer apenas em 2019.

Saiu um novo trailer de 'Dragon Ball Super: Broly':


Broly apareceu pela primeira vez há 25 anos, no filme Dragon Ball Z: O Poder Invencível, e mostrou um dos mais poderosos Sayajins que alimentava um ódio mortal do Goku, desde o berço. Broly não pertencia ao canon oficial de Dragon Ball, até ser reformulado pelo mestre Akira Toriyama, para um novo filme. 

Com distribuição da Fox, Dragon Ball Super: O Filme tem estreia prevista para 14 de dezembro no Japão. No Brasil, a estreia deve acontecer apenas em 2019.
adv/https://www.callangonerd.com|https://3.bp.blogspot.com/-iEr73JBsArQ/W9p6RzDaP2I/AAAAAAAAaAU/UiE9pgdgAP4V6g2fosn29f_cZlseJCJ9wCLcBGAs/s1600/banner_300x300_EXIBI%25C3%2587%25C3%2583O.gif

MAIS VISTOS

randomposts
Tecnologia do Blogger.