WANDAVISION | Review dos episodio 1 e 2

WANDAVISION | Review dos episodio 1 e 2



Wandavision teve sua estreia no Disney+ e com ele também veio diversas criticas negativas por parte dos internautas, mas será que esse povo prestou bem atenção na série?

Desde o início, pelo que vimos nos trailers, Wandavision mostrou ser uma série diferente. Um casal vivendo nos moldes das Sitcoms de diversas épocas. Tudo não passa de uma visão fantasiosa da cabeça de Wanda Maximoff, iniciando pela própria presença do Visão, morto em Vingadores: Guerra Infinita. Os dois episódios mostram como as coisas que vemos não parecem ser realmente o que são, e camada por camada as coisas vão fazendo sentido.


Wanda e Visão estão dentro de um mundo imaginário, ao mesmo tempo real, pois eles estão dentro de uma cidade real, com pessoas reais que estão sendo controladas para desempenhar papéis clichês naquele mundinho. Uma cidade inteira dentro de uma fantasia. Sim, as pessoas que estão lá dentro estão presas no próprio corpo. O que parece bonitinho por fora, está sendo na verdade uma tortura.


O meu questionamento inicial era se Wanda tinha ou não consciência de tudo que estava acontecendo, e até mesmo, e até mesmo no episódio 2, vemos que uma equipe que está do lado de fora desse mundo, está tentando se comunicar e faz a seguinte pergunta: "Wanda, quem está fazendo isso com você?". Pelo que nos detalhes da cena onde o chefe do Visão se engasga, no diálogo com a vizinha arrogante e na cena do apicultor, Wanda tem o controle de tudo que está acontecendo, e sabe exatamente o que está fazendo. Saber que ela tem consciência disso deixa as coisas mais assustadoras.


A todo momento ela se mantém concentrada, mas quando as coisas acontecem de forma diferente, saindo do seu controle, vemos cores surgindo no preto e branco, como o helicóptero de brinquedo (eu acredito ser de brinquedo), o sangue na mão da vizinha arrogante, e até mesmo a luz vermelha piscando na Torradeira Stark do comercial. A luz vermelha pode ser referência ao período em que Wanda e Pietro ficaram presos sob a mira de um míssil das Industrias Stark quem não explodiu em Sokovia, logo após a morte de seus pais. Caso não lembre dessa parte, sugiro que assista novamente A Era de Ultron.

Aliás, o que não falta nesses dois episódios são referencias e easter eggs, como o Relógio Strucker, por exemplo. Essas coisas demonstram mais do estado psicológico da Wanda do que imaginamos. Até mesmo esse fascínio por sitcoms poderia dizer muito sobre ela e sua infância perdida. O desejo por ter uma vida perfeita após perder tudo que tinha com a morte do irmão em A Era de Ultron, e do Visão em Guerra Infinita. Cada pessoa lida com o luto de forma diferente, os sentimentos e desejos são diversos, imagina quando se tem um poder imensurável cujos limites são completamente desconhecidos.

Vimos também uma logo dessa equipe, que é a S.W.O.R.D. (também conhecida como E.S.P.A.D.A.). ESPADA nos quadrinhos é a abreviação de Equipe de Supervisão, Pesquisa, Avaliação e Defesa Alienígena. A organização é uma versão espacial da SHIELD nos quadrinhos, o nome da organização significa “Sentient World Observation and Response Department” (tradução livre: Departamento Senciente de Resposta e Observação do Mundo). São eles que estão tentando entrar de alguma forma e se comunicar com Wanda. Pelo que vimos nos trailers, a cidade está envolta por uma espécie de domo, e esse domo está crescendo, expandindo seu território, trazendo mais pessoas para dentro dessa prisão mental.


Meu questionamento se as pessoas que estão assistindo realmente captaram o propósito da série. As coisas estão acontecendo nas entrelinhas, e até o momento vimos apenas o que está acontecendo na fantasia da Wanda. No final do segundo episódio, vimos a mão de uma mulher assistindo ao programa de TV com tudo que está se passando. Isso mostra que realmente ele criou essa fantasia como um programa que está sendo transmitido, ainda não se sabe se todo mundo fora do domo está assistindo essa bizarrice, ou se seria uma frequência específica captada pelo pessoal da E.S.P.A.D.A.

Eu particularmente gostei dos dois primeiros episódios pelos seus detalhes, e por capitar o que eles pretendem fazer nos próximos. De fato é necessário prestar atenção em todos os detalhes, e por esse motivo farei um review de cada episódio lançado. Realmente não tinha como essa história ser contada em um filme, apenas em uma série.




Cearense com gosto de gás! CEO do Callango Nerd, cinéfilo, crítico, redator, desenhista, designer gráfico, professor de Cearensês e Mestre Jedi na arte de fazer piada ruim.

Postar um comentário

Copyright and Layout Edition © Callango Nerd . Original Theme OddThemes