OS PONTOS FORTES E FRACOS DE BVS

OS PONTOS FORTES E FRACOS DE BVS


O filme que divide opiniões de forma extrema. Você ama ou odeia, é difícil ter um meio-termo. Eu gosto bastante, e já assisti inúmeras vezes, mas apenas a versão estendida me agrada. Mesmo assim, não posso negar suas falhas.

Sem leruaite vamos para os pontos fortes e fracos de Batman Vs Superman: Versão Estendida.


  1. PONTOS FORTES

CENA INICIAL:

A cena de ligação entre Man Of Steel e esse filme é simplesmente fantástica. Existem diversos vídeos que mostram nos mínimos detalhes a perfeita sincronia entre as cenas de MoS e BvS. É simplesmente de encher os olhos.


ENREDO ENVOLVENTE:

Esse quesito pode ser estranho para quem viu apenas a versão do cinema, mas para quem viu a versão estendida sabe que a trama é bem fechada, contando com diversos ganchos para futuros filmes. A inspiração em Injustice e o Cavaleiro das Trevas de Frank Miller é bem evidente, o inclusive na escolha do elenco.


TRAMA INVESTIGATIVA:

Outra coisa que ficou de fora da versão para cinema foi toda a trama investigativa que o filme possui. Vemos Bruce, Clark, Lois e Diana investigando as ações do Lex Luthor. Você pode até não gostar desse Lex Luthor, mas ele foi capaz de enganar e manipular todo mundo, chegando ao ponto de colocar os heróis um contra o outro.

Isso para alguns pode parecer estranho, mas Lex é um dos personagens mais inteligentes do universo DC. Esse aqui parece que cheirou uma tonelada de cocaína, mas é inteligente do mesmo jeito.


PESADELO DE BRUCE:

Esse é um dos pontos mais altos do filme. É triste saber que a Warner interrompeu todo o planejamento e importância que essa cena tinha para os futuros filmes.


GAL GADOT:

Com poucas falas, Gal Gadot conquistou o público com uma presença inigualável. Suas expressões, linguagem corporal e ações durante a batalha final (que foi PHODA!), foram uma resposta digna aos críticos de plantão, que duvidaram de sua escolha para a personagem antes do filme sair.

Gal entrou por completo no gosto de grande parte dos fãs, com seu carisma inegável, mesmo tendo participado de um filme tão mediano como foi WW84. 


BATMAN CASCA GROSSA:

Esse é o Batman mais fodão já visto no cinema. Ele não tem paciência pra bandido, e bota medo de verdade. Todas as suas cenas são incríveis. Ben Affleck também fez muito bem a dualidade entre o vigilante e o playboy.

Confesso que pegou um pouco no quesito investigativo, mas sem dúvidas superou minhas expectativas, trazendo um Batman nunca visto antes, o Batman que eu sempre quis ver na telona.


A BATALHA FINAL:

É simplesmente phoda em todos os sentidos. É eletrizante, empolgante e cheio de reviravoltas. A parte da referência do Batman com o Cavaleiro das Trevas do Frank Miller, e principalmente os momentos da Mulher Maravilhosa são fantásticos.


  1. PONTOS FRACOS

MUITA COISA EM UM FILME SÓ:

Apesar de gostar do filme, existem muitas coisas que poderiam ter sido mostradas em pelos menos dois filmes anteriores a esse. BvS teria sido mais objetivo se conhecêssemos as motivações do Bruce Wayne e Lex Luthor em um filme solo do Batman e um segundo do Superman.

Colocar tanta coisa em um filme só, acabou por querer abraçar o mundo com as pernas, fazendo com que certas decisões tomadas, não tivesse o tempo necessário para sentimos a devida importância daquilo.


INTERPRETAÇÃO DE JESSE EISENBERG:

O roteiro do filme favoreceu o Lex Luthor, mas a escolha de interpretação do ator foi horrível. Snyder também é culpado já que ele viu tudo e pensou que ficaria legal. A cena pós-crédito de Liga da Justiça coloca esse Lex de BvS no bolso.

Temos pela participação de Jared Leto no Snydercut, já que o ator teve espaço demais em Esquadrão Suicida, nos presenteando com aquele coringa horrível. Eu acho até que o Eisenberg pegou o roteiro do filme errado.


SALVE MARTHA:

Compreendo o Bruce ter parado por lembrar seu pai chamando “Martha” antes de morrer, mas essa é uma cena muito estranha. Não faz sentido nenhum o Clark chamar sua própria mãe de Martha. Teria sido melhor se Lois é que tivesse sido sequestrada e nesse momento ele falasse “Salve Lois”, fazendo Bruce lembrar da visão onde o Flash fala que “Lois é a chave”. Isso seria menos vergonha alheia.


BATMAN MATANDO:

Ver o Bruce matando no pesadelo apocalíptico não me espantou, mas ver isso no presente sim. Quem conhece o personagem sabe que isso fere sua conduta.

É aceitável que ele tenha o mínimo de paciência com bandidos, para não dizer nenhuma, mas matar a sangue frio faz mais o estilo do Batman de Thomas Wayne.


SUPERMAN SURDO:

A cena do cartório pode ter ficado estranha na versão do cinema, mas na estendida vemos que ele não viu a bomba na cadeira de rodas, porque ela era feita de chumbo. Isso infelizmente não acontece quando ele precisa salvar a própria mãe e simplesmente não consegue encontrá-la.

Superman tem uma audição tão apurada que consegue reconhecer as pessoas pelas batidas do coração, é sério que seria um problema ele encontrar sua mãe, já que Bruce fez isso sem poderes nenhum?

Sem falar que sua velocidade o faria ter tirado sua mãe daquele local com mais facilidade, já que Lex não tinha ideia do que estava acontecendo até Bruce atender o telefone do capanga.


MORTE PRECOCE DO SUPERMAN:

Mesmo sabendo que uma trama envolvendo o Apocalipse levaria a morte do Super, achei a morte dele precoce. Tivemos apenas um filme desse Superman e no segundo ele já morre?

O personagem não teve nem tempo de cativar o público para que pudéssemos sentir sua morte. Ele não chegou a ser o símbolo de esperança e justifiça que conhecemos. Algo que aconteceu diferente com a morte do Stark, já que passamos mais de 10 anos acompanhado o personagem.

Isso sem mencionar a cena final que mostra um punhado de terra flutuando em cima do caixão, já sinalizando que ele iria voltar. Isso foi decepcionante.


OS EMBLEMAS DOS HERÓIS:

É sério que o filme mostra que foi o Lex quem "criou" os emblemas dos componentes da Liga?

Não, não é já que os filmes posteriores mostram que esses heróis já estavam em atividade e já possuíam seus símbolos, mas o filme não deixa claro, e acabamos imaginando que o Lex teria "criado".


VISUAL DO APOCALIPSE:

Estranhei desde o início!

Achei aceitável quando ele começa a ser ferido e as pontas e ossos começarem a sobressair da pele, mas quando vi a arte conceitual... misericórdia, aquelo era muito fiel ao material original. Ao invés disso, nos deram uma tartaruga ninja com alguns espinhos.


CONCLUSÃO:

Mesmo com tantos problemas, ainda gosto de Batman Vs Superman, pelos simples fato de que seis acertos (na minha opinião) sobressaem os erros.

É um filme que nunca canso de assistir, mas a versão do cinema é simplesmente intragável para mim. Não tenho nem paciência de começar a assistir porque nada ali faz sentido. A Warner levou para a telona uma colcha de retalhos.





Cearense com gosto de gás! CEO do Callango Nerd, cinéfilo, crítico, redator, desenhista, designer gráfico, professor de Cearensês e Mestre Jedi na arte de fazer piada ruim.

Postar um comentário

Copyright and Layout Edition © Callango Nerd . Original Theme OddThemes