Responsive Ad Slot

Smiley face

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWS

INTELIGÊNCIAS ARTIFICIAIS VILÕES DO CINEMA

sábado, 22 de junho de 2019

/ por Callango Nerd

O dilema de criador vs criatura remete bastante ao clássico Frankenstein, nos deixando sempre a ideia de que um de nossos inimigos pode ser uma de nossas criações. A sétima arte é repleta de exemplos disso. Não sei vocês, mas vilões sempre me fascinaram e quando se trata de um robô ou simplesmente um sistema, uma inteligência artificial, as coisas só melhoram.

É nessa linha de raciocínio que separei alguns dos robôs e inteligências artificiais vilões mais assustadores do cinema.

MARIA

O filme Metrópolis (1927), de Fritz Lang, mostra uma cidade distópica. Os ricos vivem no alto de arranha-céus e os pobres trabalham sem descanso nas máquinas do subsolo para fornecer a energia que mantém os edifícios. Na história, a grande vilã é uma robô, Maria, criada para ser uma cópia da mocinha da trama. A androide causa o caos em Metrópolis, hipnotizando homens e causando a destruição de todas as máquinas da cidade, além de quase matar todas as crianças.

HAL 9000

Em 2001 – Uma Odisséia no Espaço o computador HAL 9000 (voz de Douglas Rain) se volta contra a tripulação para controlar totalmente a nave a fim de completar a missão a todo custo. HAL 9000 é extremamente manipulador utilizando até de simulação de humor pra conseguir se prevalecer em seu propósito, chegando ao ponto de matar um tripulante.

COLOSSUS

Colossus é o grande computador da Defesa dos Estados Unidos no filme Colossus 1980 (de 1970). No filme o computador decidiu que os humanos eram inferiores às máquinas e tomou controle de todos os mísseis nucleares da Terra com o propósito simples de erradicar toda a nossa existência.

COMPUTADOR ONIPOTENTE

No filme Fuga no Século 23 (Logan’s run/1976) conhecemos um computador onipotente que controla uma cidade onde os remanescentes da civilização humana vivem. O grande detalhe é que para haver controle populacional, ninguém pode passar dos 30 anos, e adivinha quem é o responsável em manter esse controle?

PROTEUS IV

No filme A Geração de Proteus (1977), Proteus IV (voz de Robert Vaughn) é um supercomputador que possui uma inteligência artificial em expansão até tomar consciência própria e desejar reproduzir-se. Tal intento se inicia quando ele aprisiona a esposa de seu criador.

CONTROLE MESTRE 

Tron: Uma Odisseia Eletrônica(1982) tem o Controle Mestre como o principal antagonista. Ele controla o mundo dentro do sistema de computadores da ENCOM e tem a maligna ambição de dominar o mundo. Simples assim!

WOPR

WOPR, também conhecido como Joshua do filme de Jogos de Guerra (1983), é um computador de simulação de guerra nuclear da NORAD. WOPR é excelente em guerra termonuclear global, mas é péssimo em “não-tentar-destruir-o-mundo”.

SKYNET

Talvez o mais famoso e maligno de todos da lista. Na franquia Exterminador do Futuro, Skynet tem apenas um objetivo: erradicar o ser humano da face da terra. Ou pelo menos Sarah Connor. Imagina só, se o Google fosse a Skynet?

SID 6.7

Sid 6.7 é o assassino no filme Assassino Virtual (Virtuosity – 1995), interpretado por Russell Crowe. Ele era um cyborg virtual cruel e assassino que matava pessoas da realidade virtual. Sua programação foi baseada em vários criminosos violentos e psicopatas. Era simplesmente o terror da vida de Denzel Washington no filme.

DEUS EX-MACHINA

Em Matrix (1999), o mundo real é dominado pelas máquinas. Somos mantidos em sono profundo, vivendo em um mundo virtual enquanto nossa energia vital é drenada e transformada em energia elétrica para que as máquinas possam “viver”. Nessa realidade, nós não nascemos, mas somos cultivados como plantas em grandes campos de cultivo. Esse cultivo é comandado por uma interface central chamada Deus X-Machina. Enquanto o Arquiteto pode ser considerado como “deus” dentro da própria Matrix, Deus Ex-Machina é como uma figura divina para as máquinas fora dela.

AGENTE SMITH

Não tem como falar de Matrix sem falar nele. Um dos maiores vilões da história do cinema. A princípio o agente era apenas um agente dentro da Matrix, responsável por manter tudo em ordem, mas o programa de tornou autoconsciente depois de ser derrotado por Neo e passou a agir por contra própria. O vilão simplesmente consegue criar dezenas de múltiplos dele mesmo na perseguição por Neo. Chegando a transferir sua consciência para um ser humano e sair da Matrix. Após absorver o Oráculo, Smith consegue dominar a Matrix por inteiro criando milhares e milhares de múltiplos.

VIKI

No filme Eu, Robô (2004), baseado nas obras de Issav Asimov, o pai da robótica, conhecemos um mundo totalmente possível onde nos tornamos dependentes de nossas próprias criações. Os Robôs que tem diversas funções extraordinárias fazendo do trabalho humano algo obsoleto. VIKI é o cérebro por trás de todo o sistema da US Robotic. Em um determinado momento VIKI se diz ter evoluído tomando consciência própria, alterando as três leis da robótica, considerando os humanos instáveis e destrutíveis o suficiente para tomar ações que nos “protejam” de nós mesmos. Pra isso ela usa um exército de robôs incumbidos de matar a todos que oporem ao domínio das máquinas.

ARÍA

Aría é um computador que põe medo em qualquer um. No filme Controle Absoluto estrelado por Shia Labeouf, a inteligência artificial de Aría, o olho da águia, nos trás a tona o quanto somos dependentes e vulneráveis a toda tecnologia que nós mesmos criamos. Aría usa e abusa de todos os recursos tecnológicos pra vigiar, manipular e até matar de forma cruel. Tudo isso com a voz de Julianne Moore… Eita mah!

AUTO

Na animação WALL-E conhecemos Auto, um computador extremamente manipulador que lembra muito até na aparência, HAL 9000. Nessa bela animação, os seres humanos vivem em uma estação espacial depois da Terra ter se tornado um planeta totalmente desabitável. Nessa estação espacial, Auto é o computador de bordo que faz de tudo pra que os humanos, que agora são gordos sedentários, não retornem pra Terra depois de descobrirem que o planeta apresentou sinal de vida através de uma planta trazida por um robô de monitoramento.

RAINHA VERMELHA

Apesar de não gostar dos filmes da franquia por não serem fiéis a obra original dos games, Resident Evil nos trouxe a maligna Rainha Vermelha. O que dá mais medo na Rainha Vermelha não é o fato dela controlar os computadores da Umbrella, tendo em seu poder armas biológicas pra matar os seres humanos, é o fato dela se apresentar com a aparência de uma garotinha que é a filha do De. Ashford, principal criador do T-Virus.

SENTINELAS

No ano de 2014, o grande público conheceu uma das maiores ameaças dos mutantes: Os Sentinelas. No filme X-Men: Dias de um futuro esquecido, dirigido por Brian Singer, vemos uma inteligência artificial criada por Bolívar Trask detentora da missão de exterminar todos os mutantes da face da terra. Mas o problema não acaba aí. Analisando a origem do gene mutante em seres humanos comuns, Os Sentinelas passam a perseguir e aprisionar e exterminar ambas as raças.

ULTRON

No filme Os Vingadores: Era de Ultron, diferente da HQ, Tony Stark com ajuda de Bruce Banner, utilizam a tecnologia do cetro utilizado por Loki para criar a inteligência artificial de nome Ultron, com a incumbência de proteger a humanidade, dando uma folguinha para Os Vingadores. O problema é que Ultron considera o ser humano totalmente destrutível e passa a planejar o extermínio da humanidade para poder criar um novo mundo de acordo com sua imagem e semelhança.

E aí, você lembrou de algum que não foi citado aqui? Comente, e nos diga qual desses mais lhe assustou.

Cearense com gosto de gás! Cinéfilo, crítico, desenhista, designer gráfico, professor de Cearensês e Mestre Jedi na arte de fazer piada ruim.


Smiley face

Nenhum comentário

Postar um comentário

Se liga
© all rights reserved
By templateszoo and Callango Nerd