NEWS

NEWS

ANIMAIS FANTÁSTICOS: OS CRIMES DE GRINDELWALD | Com Spoiler é Mais Gostoso


Depois de muito tempo de expectativa, finalmente esteou Animais Fantástico: Os crimes de Grindelwald. Será que superou as expectativas?

Assisti ao filme em uma cabine organizada pela Espaço/Z, que estava lotada, e todos eram bem-vindos. Exceto um sonserino que estava lá de gaiato (rsrs). Agora sem "leruaite", vamos para o que interessa, e como o título bagagdo post já diz, essa versão é com spoilers. Se você não assistiu o filme, e não gosta de spoiler, pode pegar o beco. Mas, se você dá mó valor, se garante e deixe seu comentário aê!
  1. sinopse:
Newt Scamander (Eddie Redmayne) reencontra os queridos amigos Tina Goldstein (Katherine Waterston), Queenie Goldstein (Alison Sudol) e Jacob Kowalski (Dan Fogler). Ele é recrutado pelo seu antigo professor em Hogwarts, Alvo Dumbledore (Jude Law), para enfrentar o terrível bruxo das trevas Gellert Grindelwald (Johnny Depp), que escapou da custódia da MACUSA (Congresso Mágico dos EUA) e reúne seguidores, dividindo o mundo entre seres de magos sangue puro e seres não-mágicos.
Você aí já deve ter visto que a recepção não tem sido muito boa, tanto que alguns críticos não perdoaram e deram notas baixas. Isso se deve ao fato de que esse filme definitivamente não foi feito para o grande público, e sim para os fãs.

Estamos acostumados a uma história com início, meio e fim, já que as produções eram baseadas em livros, com suas histórias particulares, dentro de um universo. Já os filmes dessa nova saga, parecem ser capítulos estendidos de uma única sequência. O primeiro filme partiu de uma premissa bem introdutória, onde ele precisava nos trazer do universo bruxo adolescente, para o adulto, como novos personagens, e uma história fora dos muros de Hogwarts, e do próprio Reino Unido. Já o novo, acaba se tornando um filme de transição, nos deixando a promessa de que o melhor ainda está por vir.

Se no primeiro filme tivemos um elenco menor, sendo possível acompanhar bem os núcleos, nesse novo temos tantos plots e sub tramas, que acaba se tornando algo bem confuso para quem não conhece a história. Aqui é necessário ter uma certa bagagem para acompanhar.

O maior problema aqui está no roteiro escrito pela própria JK Rowling. Sabemos que a autora sabe como criar um universo complexo nos livros, mas linguagem de cinema são outros 500. A trama é repleta de informações cruciais para o rumo da saga, e isso em uma saga de livros seria incrível, mas o mesmo perfeccionismo não funciona muito bem na telona. O resultado para o grande público, é de um filme cansativo e inchado, sem tantos atrativos.

Outro problema dentro da trama, são os personagens que foram jogados ali, sem nenhuma função exata, que é o caso de Niclau Flamel, Nagini e Minerva McGonagall. Apesar de ser algo incrível ver esses personagens, os próprios trailers e notícias que saíram na mídia, entregaram a surpresa. Acredito que a recepção dos personagens teria sido outra, caso não soubéssemos que eles estariam lá. Sendo assim, não resta muita coisa para eles além da surpresa que já foi estragada.

Até o momento, falei apenas dos pontos ruins do filme, e isso pode até estar dando a impressão de que eu não gostei, mas não é bem assim. Apesar de todos esses tropeços, Os Crimes de Grindelwald pode ser uma delícia (Ai que Delícia) para quem é fã do universo bruxo. Os plots twists presentes aqui, nos farão criar inúmeras teorias sobre os próximos capítulos dessa saga.

Para falar melhor sobre isso, irei pontuar e explicar sobre os personagens em destaque.

Grindelwald: Sua imponência é visível desde a cena inicial. As habilidades, a frieza e o destemor de Grindelwald, me deixaram de boca aberta. Johnny Depp, na minha opinião, está muito bem no papel. Ele apresenta um personagem bem frio e centrado, com um nível de persuasão que deixaria Palpatine de queixo caído. Os piores vilões são aqueles que acreditam piamente que o que estão fazendo é o correto, que eles são bons, e é disso que se trata Grindelwald. Na cena do seu discurso, ele apresenta suas motivações de forma clara, fazendo com que todos que estão ali, tomassem aquela ideia para si. Até eu vi razão nas palavras dele, de acordo com seu ponto de vista. A lábia do cara é tão grande, que ele pode levar qualquer um para o lado sombrio da força.

Dumbledore: Dumbledore de Jude Law consegue honrar seus intérpretes anteriores, apesar de ficar claro que o melhor dele ainda está por vir. Muita gente ficou na expectativa de saber como seria mostrado a relação dele com o vilão, e isso acontece. Durante os flashbacks, temos um vislumbre de como era a relação dos dois, e é aqui que percebemos quais são os reais motivos de Dumbledore não poder combater Grindelwald, e isso não tem nada a ver com sentimentos antigos. Sim, o filme deixa claro que os sentimentos de Dumbledore por Grindelwald é coisa do passado, coisa de adolescente, pois, o que impede aqui é um pacto de sangue, onde um prometeu ao outro que jamais se enfrentariam. Esse pacto é armazenado em um artefato, que está no poder de Grindelwald... até que Newt consegue recuperar com ajuda do Pelúcio.

Newt Scamander: Quem gostou de Newt Scamander no primeiro filme, vai gostar mais ainda dele aqui. Redmayne conseguiu melhorar um personagem que já era bom. Mesmo com seu jeito acanhado, e estranho, ele se mostra destemido a todo momento. Não é toa que Dumbledore escolheu ele para ir atrás de Grindelwald.

Queenie: Queenie passa para o lado negro da força! Sério, e isso se deve ao fato de que ela estar bastante insegura com seu relacionamento com Jacob, e sobre a aprovação de terceiros por ela querer se casar com um trouxa, um no-maj como se diz nos EUA. Essa insegurança é o que a faz ser seduzida pelas promessas de Grindelwald.

Leta Lestrange: Leta Lestrange tem temores passados que a perseguem até a fase adulta. Diferente do que muitos imaginavam, ela não passa para o lado de Grindelwald, e acaba morrendo tentando enfrentar o vilão.

Creedence: Esse é (ou deveria ser) o foco do filme. Creedence está em uma jornada em busca de saber quem ele realmente é. Em uma cena, já no final do filme, é levantada a hipótese de ele ser o irmão de Leta, Corvus Lestrange, mas essa história é refutada pela própria Leta. No final do filme descobrimos através de Grindelwald, que Creedence, na verdade, é Aurélio Dumbledore, um irmão perdido de Alvo.

QUÊ???

É sério, minha cabeça está fervendo até agora com teorias sobre isso, sobre obscuros, sobre Ariana Dumbledore, mas esse é assunto para um outro post.

Respondendo à pergunta título do post, sim, vale a pena. Mesmo com seus erros, Os Crimes de Grindelwald é um filme com efeitos incríveis, ótimas atuações, ótima fotografia, figurino e trilha sonora. É um filme importante pela quantidade de informações cruciais para o rumo da saga, mas pecou bastante no roteiro com demasiados núcleos e sub tramas. Espero que JK Rowling não faça mais os roteiros dos próximos filmes sozinha, e que algum roteirista possa trabalhar ao seu lado dando uma visão cinematográfica para seu texto.
  1. TRAILER
  1. INFORMAÇÕES
Título original: Fantastic Beasts: The Crimes Of Grindelwald
Data de lançamento: 15 de novembro de 2018 (2h 14min)
Criador(es): David Yates
Elenco: Eddie Redmayne, Katherine Waterston, Dan Fogler
Roteiro: JK. Rownling
Gêneros: Fantasia, Aventura
Nacionalidades: Reino Unido, EUA
Distribuidor: WARNER BROS.
Ano de produção: 2018

2 comentários

  1. Primeiro, discordo que J.K. deva ser acompanhada de seu-ninguém na criação dos roteiros, vão acabar tentando tirar toda a magia do negócio! Realmente, a transição de algumas cenas do filme para outras era meio brusca, não se encaixavam muito bem, mas o filme é ótimo! Se a Warner deseja fazer filme para o grande público me perdoe, também acho que ela está desenvolvendo esse projeto para os fãs. E quem não é fã, não leu os livros, se lasque! Não sabe o que está perdendo! Adoro que ela esteja seguindo essa linha! O melhor dos livros do Harry Potter, não era o Harry, apesar de ser um personagem lindo, e sim o mundo mágico, isso era o verdadeiro charme, cada vez que Harry ingressava no mundo dos bruxos, descobriamos junto com ele cada vez mais sobre essa realidade impressionante que a J.K. criou. E através de Animais Fantásticos ela está conseguindo nos mostrar bem mais do mundo e da história do mundo bruxo, assim como os animais (monstro do lago Ness foi massa!) e a forma de Newt lidar com eles. Pelúcio Rules!!!. Não sou McDonald's mas Amo Muito Tudo Isso! Agora a pergunta que mais me incomoda é que horas o pai do Dumbledore pulou a cerca? Pois essa é a única explicação que pensei quando surgiu o nome Aurelius! Ele é parente do Chico Buarque?

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkkkkk na questão de ter um outro roteirista com ele, é apenas no quesito "visão cinematográfica" da coisa. Se ele conseguir sintetizar melhor isso, sem a necessidade de alguém com mais experiência com roteiros para cinema, ótimo.

    ResponderExcluir

adv/https://www.callangonerd.com/|https://3.bp.blogspot.com/-Z3774El9E50/XAfWQBgBNCI/AAAAAAAAaOw/nfOjDrWYxmwQdePcQkbQILxRAwFahN2JwCLcBGAs/s1600/600x600_FLECHAS_exibicaogif.gif

MAIS VISTOS

randomposts
Tecnologia do Blogger.