NEWS

NEWS

LOGAN | Vale ou não à pena assistir?


Meu irmão doido, tive a grande honra de assistir esse filme fantástico em uma cabine de imprensa organizada por nossos parceiros do EspaçoZ, Logan (Filmão da porra!). Macho... véi... sem "leruaite "vamos partir para o que interessa que eu já estou mais do que ansioso pra falar desse filme.
  1. informações
Título Original: Logan
Data de lançamento 2 de março de 2017 (2h 18min)
Direção: James Mangold
Elenco: Hugh Jackman, Patrick Stewart, Boyd Holbrook
Gêneros Ação, Ficção científica, Aventura
Nacionalidade Eua
Distribuidor Fox Film do Brasil
Ano de produção 2017

É galera, Hugh Jackman está dando adeus ao carcaju da Marvel, depois de 17 anos e 9 filmes, e para isso o ator fez questão de nos presentear com um "filmão da porra". Com realismo, emoção e é claro, muito sangue e violência (Violência...).

O longa dirigido por James Mangold, é o mais pé no chão de todos da franquia, nos mostrando toda uma visão sobre passado e presente, juventude e velhice, saudosismo e novidade para que o Wolverine de Hugh Jackman possa passar sua capa para a nova geração com Laura Kinney / X-23, vivida de forma brilhante por Dafne Keen.

A história se passa em 2029 onde o carcaju não é mais o mesmo, sofrendo com os efeitos colaterais do adamantium em seu corpo. O que o tornou mais forte do que ele já era, acabou se tornando um veneno com o tempo. Logan ganha a vida como um chofer de limusine para cuidar do já nonagenário Charles Xavier (Patrick Stewart) e, para isso, conta apenas com a ajuda do frágil mutante Caliban (Stephen Merchant). Depois de anos (e bote anos nisso), o velho Logan está debilitado, cansado, esgotado fisicamente e emocionalmente, ele não é mais um X-Men, aliás, os X-Men não existem mais, e a muito tempo não se ouve falar mais de novos mutantes. Certo dia, durante um trabalho, Logan é procurado por uma mulher mexicana, Gabriela (Elizabeth Rodriguez), que quer sua ajuda. Ao mesmo tempo em que ele recusa voltar à ativa, um mercenário, Donald Pierce (Boyd Holbrook), vai ao seu encontro e o confronta sobre a mesma mulher, dizendo estar interessado em "algo" seu que ela "levou" (a menina Laura Kinney / X-23, claro).

O filme é baseado na HQ Velho Logan, mas antes que você aí possa dar um pulo da cadeira (com fanboyolagem), saiba que a HQ referida não poderia ser adaptada com todo o seu formato original, por motivos óbvios já que os direitos dos X-Men estão com a FOX, enquanto os direitos de personagens importantes para a trama da HQ como o Hulk, Capitão América e o Gavião Arqueiro pertencem a Marvel. Mesmo assim, Toda a essência de Velho Logan está nesse filme. Preste bem atenção nessa descrição:
"Em um futuro despótico, Logan não é mais um X-Men e leva uma vida tranquila, trabalhando por seu sustento e de seus frágeis protegidos. Certo dia ele é procurado por alguém que precisa de sua ajuda, mas Logan recusa voltar à ativa até se deparar com uma situação que o obriga a ir, deixando seus protegidos sozinhos. Posteriormente ele é obrigado a voltar à ativa e novamente retira suas garras e a carnificina acontece, onde Logan luta por sua vida mais uma vez."
Lendo isso, você diria que estou falando do filme Logan, ou da HQ Velho Logan? Não tem como saber. Existe sim uma diferença, mas a essência está lá. Adaptar isso tudo foi o grande desafio do diretor James Mangold, que o executou de forma brilhante e criativa. Isso tudo, apresentando algo necessário e que motivou esse filme, a passada de bastão de Wolverine para X-23.

Você aí que não conhece a personagem, viu o trailer do filme, deve ter questionado: "Essa menina aí será o novo Wolverine?" Sério, você precisa assistir urgentemente esse filme. Dafne Keen traz uma Laura Kinney / X-23 doce e frágil, porém extremamente fatal, brutal e "com sangue no zói". Sério cara, a menina é fantástica, é a versão em miniatura do carcaju, de todas as formas, principalmente no temperamento.

Como dito ante, Logan é um filme pé no chão, sem grandes efeitos, sem firulas. Com um tom amargurado, desesperançoso com uma verdade extrema onde Hugh Jackman estampou toda sua imersão no personagem de uma forma tocante e verdadeira, focando no que realmente é importante dentro de um filme dos X-Men, e como todos os outros deveriam ser. Quem conhece bem as histórias dos X-Men, sabe que toda a questão de poderes e tudo mais é apenas um plano de fundo para toda a história abordada sobre as facetas do ser humano e sua fragilidade. Crises existenciais, preconceito, perseguição, isolamento dentre outros temas, e é nesse ponto que esse filme pega forte, principalmente na pele de Patrick Stewart como Charles Xavier. "Imagina a mente mais poderosa do mundo sofrendo com a mais poderosa doença que a afeta a mente", é por esse angulo que vemos o velho Professor X, que tem mais seus alunos ao seu lado, apenas o mais problemático deles. Patrick Stewart traz toda a dramaticidade e emoção nas costas em uma interpretação fantástica, conseguindo superar de longe todas que ele fez no papel do Professor X. "Que ator porreta!"

Outro ponto que sempre esperávamos foi o de ver na telona o Wolverine como realmente ele é. Algo que jamais poderia teria acontecido se Deadpool não tivesse existido, pois foi a partir daí que a FOX teve a coragem de nos presentear esse filme. As cenas de ação me deixaram alucinado com a perfeição onde vemos membros sendo cortados, cabeças degoladas, garras atravessando crânios e sangue espirrando para todo lado. É como uma pintura de um quadro que foi feito de forma meticulosa em seus mínimos detalhes. Que filme lindo...

Respondendo à pergunta título do post, sim, vale e muito a pena assistir, e não só uma vez, mas milhares de vezes e até mesmo pra guardar em sua coleção de melhores filmes. Logan é um filme verdadeiro em composição, nos dando um presente recheado com o que há de mais importante em um filme. Enredo, roteiro, imersão, fotografia, trilha sonora, interpretação, personagens carismáticos, excelente ritmo e uma conclusão que traz aquele sentimento de dever cumprido. E para o futuro, teremos uma ótima substituta para o carcaju da Marvel nas telonas e a certeza de que Jackman fechou com chave de ouro esse ciclo. Bom seria se todo filme de super-herói fosse assim.
  1. trailer

Nenhum comentário

adv/https://www.callangonerd.com/|https://3.bp.blogspot.com/-Z3774El9E50/XAfWQBgBNCI/AAAAAAAAaOw/nfOjDrWYxmwQdePcQkbQILxRAwFahN2JwCLcBGAs/s1600/600x600_FLECHAS_exibicaogif.gif

MAIS VISTOS

randomposts
Tecnologia do Blogger.