Missão Impossível - Efeito Fallout | Vale ou não a pena assistir?


Título original: Mission: Impossible - Fallout
Data de lançamento: 26 de julho de 2018 (2h 28min)
Direção: Christopher McQuarrie
Elenco: Tom Cruise, Henry Cavill, Rebecca Ferguson
Gêneros: Ação, Espionagem
Nacionalidade: EUA
Distribuidor: PARAMOUNT PICTURES
Ano de produção: 2018

Chega aos cinemas o sexto e melhor filme da franquia Missão Impossível, dessa vez, o Efeito Fallout!

Neste, devido a erros no passado, Ethan Hunt (Tom Cruise) torna-se obrigado a aliar-se com o agente especial da CIA August Walker (Henry Cavill), quem tem métodos completamente antagônicos do nosso herói. Além disso, obviamente, ele precisa encarar mais uma missão impossível que o coloca mais uma vez contra Solomon Lane (Sean Harris), trazendo com ele dilemas pessoais antigos junto a um novo desafio de impedir um ataque terrorista em escala global. Dessa forma, Ethan conta mais uma vez com seus companheiros do IMF para realizar mais uma operação semi-suicida.

Este filme já inicia com uma adrenalina explosiva. O começo da aventura pode trazer muita informação em um curto espaço de tempo, então, atenção! O plot da história é apresentado em poucos minutos, mas devido as problemáticas que ocorrem no desenvolver dos dilemas (que são MUITOS) os problemas designados aos nossos heróis vão aumentando em um efeito bola de neve! As referencias aos clássicos se mantém, apresentando diversos elementos que inovam a franquia, mas que respeita o processo evolutivo de tudo que ocorreu até aqui. Assim, encontramos um humor discreto nos diálogos, algumas piadas referentes aos filmes antigos, algo bem "fanservice", mas que não torna as falas forçadas ou infantis.

Na parte técnica o filme faz um verdadeiro espetáculo, de forma que torna-se impossível não se encantar com essa estética narrativa que chama atenção até mesmo de leigos no assunto. A fotografia e a paleta de cores criam sensações constantes que dialogam com o momento, usando raios de luz de cores que determinam os sentimentos envolvidos de muitas cenas. O 3D é usado aqui em alguns momentos, porém, vale ressaltar que ele não faz falta no filme, pois não tem um papel espetacular, nem mesmo regular. A sonoplastia com certeza é um dos pontos mais relevantes. Ela cria um ritmo envolvente pra cada momento do filme, criando sentimentos múltiplos. Junto a trilha sonora, a sonoplastia divide um espaço espetacular que, ora temos uma música emblemática, ora temos sons ambientes que soam como músicas de adrenalina rítmica, ora temos ambas juntas! 

As cenas de perseguição são os pontos que mais prendem atenção no filme, que recebem uma forte carga técnica de todos os setores. (Aqui, os sons dos motores, combinados com efeitos sonoros do ambiente, criam uma verdadeira orquestra para os amantes de automotores). A montagem é engenhosa, de tal forma que dispensa aquela ânsia pelo amantes de planos contínuos. As cenas de ação em lutas são muito boas, as coreografias realmente surpreendem e  chegam a tirar onomatopeias cearenses constantemente ("urritidiabo!"; "anrri!"; "bufo!"; "urisditonha!"). A ambientação dos locais escolhidos faz você querer viajar mundo afora, e cada local tem uma estética narrativa poética que descrevem a situação dos personagens nos momentos de ação. (Existem muitos momentos que são retratados em "corredores", de várias formas, mostrando saídas que não são muitas para os heróis!)

Além disso, aos que tem medo de altura, neste filme vocês vão perder o fôlego!

Em muitas reviravoltas engenhosas, com plot twists bem construídos e um roteiro envolvente para amantes de histórias de agentes secretos, este filme pode ser categorizado como um dos melhores em sua área. O lado humano e não perfeito dos personagens é exposto aqui, junto a um contraste de cenas e eventos inimagináveis, que prendem o público seja pelo aspecto sentimental ou pela adrenalina. Os vilões são respeitáveis, porém não fugindo de um campo superficial, colocando como os momentos mais marcantes o antagonismo de uma "situação problema" algo maior do que o próprio vilão em si. No mais, se você é fã da franquia, ou de filmes de espionagem, você precisa assistir esse filme da melhor maneira possível! (Não pelo 3D visual, mas pelos recursos sonoros das salas mais especializadas) Caso você não seja fã desse tipo de filme e queira dar uma chance, não vejo problema algum em este ser o seu primeiro e ótimo passo.

Vale MUITO a pena assistir!

Postar um comentário

CRÍTICA DE CINEMA

SÉRIES

CURIOSIDADES

ARTISTS ALLEY

Copyright © CALLANGO NERD. Designed by OddThemes