A TORRE NEGRA | Vale ou não à pena assistir?


Título original: The Dark Tower
Data de lançamento: 24 de agosto de 2017 (1h 35min)
Direção: Nikolaj Arcel
Elenco: Idris Elba, Matthew McConaughey, Tom Taylor (IV)
Gêneros: Fantasia, Aventura
Nacionalidade: EUA
Distribuidor: SONY PICTURES
Ano de produção: 2017

Há outros mundos além deste. A Torre Negra, de Stephen King, uma história ambiciosa e expansiva de um dos autores mais célebres do mundo, faz seu lançamento na tela grande. O último pistoleiro, Roland Deschain (Idris Elba), foi aprisionado em uma eterna batalha com Walter O'Dim, também conhecido como o Homem de Preto (Matthew McConaughey, mas sem nenhuma alusão aos Homens de Preto – MIB) determinado a impedir que ele derrubasse a Torre Negra, que mantém o universo unido. Com o destino dos mundos em jogo, o bem e o mal entrarão em rota de colisão na batalha final, pois apenas Roland pode defender a Torre do Homem do Preto.

As obras de Stephen King sempre serão uma fonte inesgotável de inspiração para Hollywood, de grandes clássicos dramáticos como À Espera de um Milagre ou Um Sonho de Liberdade para obras de terror como O Iluminado ou A janela Secreta. Agora, com A Torre negra vem uma nova aventura, que é uma série de oito livros publicados desde 1982.

A verdade é que a adaptação de Akiva Goldsman, Jeff Pinkner, Anders Thomas Jensen e o diretor do filme, Nikolaj Arcel, tiraram da coleção de King um filme que parece ter sido feito com uma certa pressa, sem muito desenvolvimento de seus personagens, embora nos primeiros minutos a ação comece rapidamente, o que para os fãs de filmes ação já vale o ingresso. Jake Chambers (Tom Taylor) é um menino de 11 anos que constantemente em seus sonhos tem a visão de um homem misterioso vestido de preto e um homem armado que se confronta em um mundo que lembra o velho oeste de filmes clássicos.

E como um constante com o trabalho de Stephen King, a visão da criança é questionada por adultos, que rapidamente buscam ajuda para o "problema" de suas visões. É assim que embarcamos numa missão rápida para descobrir quais são esses sonhos; enquanto que neste mundo do Velho Oeste, o homem negro está à procura de crianças que possam ajudá-lo na Torre Negra.

Idris Elba e Matthew McConaughey atuam com performances que se comparam com as que já fizeram ao longo de sua carreira, com naturalidade e cada uma dentro da psicologia de seu personagem, embora no caso de Elba isso tenha sido pouco explorado, com um passado ambíguo, enquanto as intenções do homem de preto são simples, mas pouco fundamentadas: é o vilão simplesmente por ser vilão.

A Torre Negra apresenta uma aventura jovem dentro de um mundo fantástico, em que é a luta do bem contra o mal, não há mais desenvolvimento na trama e talvez seja uma das críticas que o filme enfrentou. A produção brinca com a ideia de formar uma dupla entre Jake e o Pistoleiro, e um vilão em busca da chave para dominar o nosso mundo. Até que daria uma franquia, mas os roteiristas gastaram todas as balas adaptando em um único filme todos os oito livros sem uma ordem clara do que pode acontecer a seguir.

Não é a pior adaptação de uma obra de Stephen King, no entanto, estamos diante de uma das sagas mais importantes para os fanáticos do escritor e uma adaptação que demorou cerca de 10 anos a chegar às telonas, e que não há dúvida de que se trata de uma aventura divertida, mas um tanto tangencial, pois poderia ser o início de uma nova franquia.


Postar um comentário

CRÍTICA DE CINEMA

SÉRIES

CURIOSIDADES

ARTISTS ALLEY

Copyright © CALLANGO NERD. Designed by OddThemes