A Múmia | Vale ou não a pena assistir?


Sabe aquele filme Enrolados? Tava pensando que seria um ótimo nome para um filme sobre o romance entre a múmia de 1999 com a múmia de 2017.


Título original: The Mummy
Data de lançamento: 8 de junho de 2017 (1h 51min)
Direção: Alex Kurtzman
Produção: Alex Kurtzman, Chris Morgan, Sean Daniel, Sarah Bradshaw
Roteiro: David Koepp, Christopher McQuarrie, Dylan Kussman
História: Jon Spaihts, Alex Kurtzman, Jenny Lumet
Elenco: Tom Cruise, Annabelle Wallis, Sofia Boutella, Jake Johnson, Russell Crowe
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia
Nacionalidade: EUA
Distribuidor: Universal Pictures
Ano de produção: 2017

Deixando de lado as piadas de esparadrapo, vamos ao que interessa. Múmias não são seres camaradas, quando você cai ela não te dá um pedaço de gaze para estancar o sangue. São seres amaldiçoados pelo o que quer que seja, e depois voltam com "raivinha" para se vingar das pessoas. No caso do mundo cinematográfico temos a múmia em três versões até agora. 

Na primeira versão, em 1932, é apresentada como uma história de terror onde, no Egito Antigo, um sacerdote chamado Imhotep, volta ao mundo dos vivos quando um arqueólogo descobre um pergaminho e o acorda. Anos depois, Imhotep, que havia sido separado de seu grande amor quando foi mumificado, vê numa jovem a sua amada renascida. Ele tenta mumifica-la para que possa viver ao seu lado. Mas acaba sendo destruído pelos arqueólogos no final.

A segunda versão é uma das mais conhecidas por nossa geração, estrelada por Brendan Fraser, Rachel Weisz e com Arnold Vosloo como a múmia. É a mesma história mas com efeitos especiais que antes não seriam possíveis e em vez de terror passa a ser um aventura bem leve, que acabou agradando imensamente ao público.

Nessa terceira versão A Múmia será responsável por introduzir o primeiro de uma série de monstros conhecidos, como Homem Invisível e Frankenstein, que irão compor o que a Universal Pictures chama de Dark Universe.

Graças ao EspaçoZ pudemos conferir em primeira mão o filme do Tom Cruise mais novo! Ops! O mais novo filme do Tom Cruise. E não é só ele. contamos com a presença de Russell Crowe, como Dr. Jekyll, as vezes Hyde. E é ele que nos introduz à história da princesa Ahmanet (Sofia Boutella), que no passado foi mumificada e aprisionada dentro de uma tumba devido a traição, justo quando estava prestes a invocar Set, o deus da morte. Muitos anos depois, já nos dias atuais, a tumba de Ahmanet é descoberta pelos saqueadores de artefatos antigos Nick Morton (Tom Cruise) e Chris Vail (Jake Johnson). Eles são obrigados a investigar a tumba juntamente com a pesquisadora Jenny Halsey (Anabelle Wallis). Mas acabam despertando Ahmanet que escolhe Nick para ajudá-la a invocar Set e assim governar o mundo.

O filme conta com muitas cenas de ação, com grandes efeitos especiais. Bem ao estilo dos filmes de ação do Tom Cruise. Eu gosto dele. Mas parecia até que estavam querendo compensar algo com tantas cenas difíceis. Grandes cenas no céu com o avião caindo, cenas na terra se abrindo, e até na água! Tá certo! Entendi! Vocês têm muito dinheiro para fazer muitas cenas caras! Só conta alguma história também pôxa! Desenvolve o personagem! Pensei que uma múmia fêmea fosse ser mais explorada. Que fosse exceder as expectativas que temos de múmias! Nem o Nick surpreendeu em nada. Começa e termina praticamente o mesmo cara. Não entendi,

Não dá para não comparar com os filmes anteriores. Os quais agradaram bastante ao público. No entanto, penso que este não vai chegar nem perto do topo das paradas. Não me convenceu muito a primeira obra do Dark Universe. Espero que nos próximos eles levem mais a sério.

Não é um filme ruim de todo, só não dá vontade de assistir novamente. Vale apena assistir mais pelo Dr. Jekyll e Hyde. Russell Crowe pegou bem a alma desse que é o meu favorito nesse mundo monstro. Fico feliz dele já estar confirmado nas próximas histórias.






Postar um comentário

CRÍTICA DE CINEMA

SÉRIES

CURIOSIDADES

ARTISTS ALLEY

Copyright © CALLANGO NERD. Designed by OddThemes