NEWS

NEWS

PUNHO DE FERRO | Vale ou não a pena assistir?


Punho de Ferro, a quarta série produzida na parceria Marvel/Netflix chegou bem, em partes, mas chegou bem.

O quarto componente dos Defensores chegou em meio a diversas críticas negativas sobre sua qualidade, mas eu precisava assistir para dar minha opinião.

Título original Marvel's Iron Fist
Criado por Scott Buck (2017)
Com Finn Jones, Jessica Henwick, Tom Pelphrey mais
País EUA
Gênero Fantasia, Ação
Status Em produção
Duração 52 minutos

A história de Punho de Ferro é a seguinte, Daniel Rand (Finn Jones) é o único herdeiro de uma fortuna bilionária das Indústrias Rand. Por 15 anos, todos acreditaram que ele estava morto, após um acidente de avião no Himalaia que vitimou seus pais, Wendell e Heather Rand. Mas Danny foi salvo e viveu todo esse tempo na cidade mística de K'un-Lun, uma das Sete Capitais do Céu. Lá, Danny aprendeu a canalizar o seu chi e se tornou o Punho de Ferro. De volta a Nova York, ele vai tentar retomar seu posto na empresa, agora sob o comando de seus amigos de infância Joy (Jessica Stroup) e Ward Meachum (Tom Pelphrey). Mas ele precisa convencer a todos que é realmente quem diz ser e combater o Tentáculo, com a ajuda de Colleen Wing (Jessica Henwick).

Desde o princípio a história da série se apresenta com algo interessante, em meio a todo o misticismo que envolve o personagem, com a mitologia de K’un-Lun. Vemos também todo o aprofundamento da trama do Tentáculo, que já havia sido iniciada na série do Demolidor. Mesmo assim, a sensação que eu tive é de que existe alguma coisa faltando na série.

Quando assisti Demolidor, me impressionei bastante com o nível de veracidade nas coreografias de luta. Sendo assim, tive uma grande expectativa para que em Punho de Ferro, afinal, essa é uma série onde o personagem principal é um lutador de Kung-Fu que consegue controlar o seu chi no punho, obtendo uma força descomunal. Esperava que tudo aquilo que eu vi em Demolidor viesse em dobro, “com gosto de gás”. Só que não.

Em Demolidor, o personagem usa uma máscara, não ficando perceptivo que é dublê que faz os movimentos de luta, mas em Punho de Ferro isso não acontece. Sendo assim, nos momento em que Finn Jones fosse o responsável pelos movimentos de luta, seria necessário que o mesmo tivesse uma boa desenvoltura para isso, que ao menos convencesse. Pensando dessa forma, foi um erro colocar o personagem sem uma máscara. Outro detalhe é que os movimentos do dublê, são praticamente os mesmos vistos em Demolidor. Matt Murdock é um lutador habilidoso, mas não é um lutador de Kung-Fu, os golpes de Danny Rand deveriam ser bem diferentes, além do estilo de luta.

Quanto ao uso das habilidades do Punho de Ferro, isso não acontece como gostaríamos que fosse. Os efeitos utilizados com a mão de Danny Rand brilhando são muito bons, mas essa habilidade pouco é utilizada. Eles foram bastante econômicos nisso. Quando você assiste o último episódio, fica claro que a série poderia ter sido inteira daquela forma.

Todo herói precisa de um vilão, não é? Pois bem, isso não é fica tão claro aqui.

Um dos grandes problemas de Punho de Ferro é que a série não tem um vilão bem definido. O maior vilão em si é a organização criminosa, Tentáculo, mas essa organização não tem um rosto, uma personificação de peso que nos dê um foco. As ameaças variam entre a Madame Gao, Bakuto, Harold ou Ward Meachum, nunca se tem um vilão foco tornando o objetivo de Danny confuso e leviano, dando a impressão de que ele é só um chorão que treinou tanto pra nada.

Eu nunca vi um protagonista tão confuso, chega a dar raiva. Hora ele quer vingança, hora ele quer participar dos negócios da empresa, hora ele quer fazer “nheco, nheco” com a namorada, hora ele quer proteger K’un-Lun... “Macho, se decide nam!”

Danny é muito confusoFalta coesão à trama, que não sabe ao certo por qual caminho seguir, escolhendo soluções que às necessárias para o avanço da história.vezes parecem simples demais para grandes problemas e focando em cenas desconexas que não são 

Mesmo com os diversos problemas citados, a série apresenta boas atuações como a de Tom Pelphrey como Ward Meachum. A série também apresenta uma ótima fotografia, uma boa trilha e personagens cativantes com uma profundidade focada em suas motivações e histórias particulares. É uma boa série, diferente do que diziam por aí. Chega a ser melhor que Luke Cage, que se saiu melhor na série da Jessica Jones.

Respondendo a pergunta título do post, sim, vale a pena assistir Punho de Ferro.




Nenhum comentário

adv/https://www.callangonerd.com/|https://3.bp.blogspot.com/-Z3774El9E50/XAfWQBgBNCI/AAAAAAAAaOw/nfOjDrWYxmwQdePcQkbQILxRAwFahN2JwCLcBGAs/s1600/600x600_FLECHAS_exibicaogif.gif

MAIS VISTOS

randomposts
Tecnologia do Blogger.