NEWS

NEWS

CRÍTICA | The Flash 2° Temporada


Aí galera, se você não assistiu a segunda temporada de The Flash, você não sabe o que está perdendo. Mas vamos deixar de "leruaite" e partir para o que interessa (cuidado com os spoilers).

A primeira temporada de The Flash surpreendeu muita gente com um protagonista muito carismático e uma dinâmica muito boa contando com diversos momentos especias pra quem curte as HQs, ou melhor, as fanservices. Com um final surpreendente com a aparição do capacete de Jay Garrick (Teddy Sears), muita gente é claro que ficou arrancando os cabelos durante um ano aguardando a segunda temporada.

Assim se inicia a segunda temporada com algo que esperávamos muito que era o envolvimento com a Terra-2 e Jay Garrick. Dessa vez Barry Allen tem que enfrentar algo novo além dos meta-humanos de Central City, as consequências da singularidade causada no final da primeira temporada.

Veio então Jay Garrick, conhecido no Brasil na década de 40 como Joel Ciclone (vou nem dizer com que esse nome se parece). Mesmo com um inicio muito bom, a segunda temporada da série começou um pouco lenta e muito disso foi por causa da introdução do spin-off Legends of Tomorrow. Por outro lado a segunda temporada é cheia de momento bem humorados e muito disso se deve à "nerdice" do Barry e principalmente do Cisco Ramom (Carlos Valdes).

Jay chegou revelando ser o Flash de um universo paralelo, a Terra-2 q que havia perdido seus poderes por causa de um novo vilão, o Zoom (voz de Tony Todd).

O primeiro confronto entre Flash e Zoom é brutal, sério, deu muita pena do Barry nessa hora.
Mesmo Zoom sendo um vilão realmente amedrontador, a comparação com Flash Reverso é inevitável, até porque a base da história é a mesmo. O vilão fingindo ser um mentor até revelar suas verdadeiras intensões enganando Barry. Mesmo assim, Zoom é um vilão realmente amedrontador e simplesmente terrível.

"Terrível é pouco, o Zoom é o cão!"

O ritmo da série é algo que oscila muito em seus 23 episódios. Tem episódios realmente importantes que nos coloca de olhos vidrados na TV pois se piscar já perde muita coisa, mas tem outros episódios que tanto fez como tanto faz você assistir. Isso até mesmo no episódio onde o personagem clássico presente na série dos anos 90, o Trapaceiro (Mark Hamill), o Grodd ou King Shark tiveram participações fracas e sem seu devido destaque. 

A qualidade e o cuidado técnico da segunda temporada é algo que se manteve em alta. Com bons efeitos especiais, mesmo com o baixo orçamento que a emissora disponibiliza. O maior exemplo desse "drible" que os produtores conseguiram, foi o episódio comandado por Kevin Smith, com uma ótima fotografia e nas cenas de Barry com a Força da Aceleração. Esse episódio foi feito assim "de com força" até o momento do resgate do Barry.

O auge da temporada foi a viagem para Terra-2. O momento mais aguardado da segunda temporada realmente supriu muito bem as expectativas. Esse foi o momento exato para trazer versões diferentes dos personagens da série como um Barry sem poderes casado com Iris West (Candice Patton)  como Chefe da Policia de Central City. Joe West (Jesse L. Martin) como um músico que não se da bem com o genro, mas o melhor veio com Caitlin Snow (Danielle Panabaker) e Cisco Ramom como os vilões Nevasca e Reverb. Isso tudo sem contar como o mistério do Homem da Máscara de Ferro que durou até o último episódio. Aliás todos esse personagens foram muito bem desenvolvidos nessa temporada, tanto em suas versões da Terra-1 como da Terra-2. Outro destaque foi retorno de Tom Cavanagh como Harrison Wells, que simplesmente impressionou interpretando o mesmo personagem, mas com uma nova versão de Harrison Wells e também conhecemos Wally West (Keiynan Lonsdale) que promete muita coisa na terceira temporada.

Mas de todos o destaque maior é Grant Gustin. Barry virou "meme" na internet por causa de sua frase "Meu nome é Barry Allen e eu sou o homem mais rápido do mundo", sendo que ele foi superado por três velocistas! Mas isso é só uma brincadeira, Grant Gustin vem crescendo tanto no papel, e seu carisma tem cativado tanto que muita gente queria de todas as formas que ele fosse o ator do Flash no cinema, mas o papel é do Eza Miller galera e infelizmente o cinema não tem ligação com as séries.





AGORA O SPOILER É "DE COM FORÇA!"

O final da terceira temporada realmente revela tudo aquilo que nós passamos 23 episódios para descobrir, tendo o maior destaque para a real história do Zoom, a morte de Henry Allen (John Wesley Shipp) e a revelação no último momento de quem é o Homem da Máscara de Ferro. Sim ele é o verdadeiro Jay Garrick. Eu suspeitava de algo assim pois nas HQs o Jay era mais velho e Teddy Sears não fazia muito esse perfil. Ver John Wesley Shipp trajado como Flash novamente foi simplesmente nostálgico, espero que ele volte a aparecer.

Mesmo não tendo um final tão impactante quanto a primeira temporada, esse final tem um significado ainda maior... FLASHPOINT!

Mesmo Sim galera, no último momento Barry volta ao passado e impede que sua mãe seja morta e isso irá desencadear uma série de acontecimentos que podemos conferir no Arco Flashpoint ou Ponto de Ignição. Isso já foi confirmado pelo ator Grant Gustin Via Twitter (Leia).

Pra resumir legal, nas HQs quando Barry faz isso uma das principais mudanças é que ele acorda sem seus poderes, Eobard Thawne/Flash-Reverso ainda está vivo.

Simplificando bastante, em Flashpoint, após voltar no tempo e salvar sua mãe, Barry acorda sem poderes. Acontece que, como no efeito borboleta, seu ato no passado mudou muita coisa sobre o futuro – ele não tem mais poderes, o The Flash não protege Central City, e Eobard Thawne/Flash-Reverso ainda está vivo.
Lembrando das duas linhas temporais ao mesmo tempo, Barry procura o Batman para pedir ajuda e tentar recuperar seus poderes tentando recriar as mesmas condições que fizeram com que ele ganhasse seus poderes na outra linha temporal. É quando ele descobre que Bruce morreu no assalto e Thomas Wayne é o Batman. Estarei escrevendo um post só sobre Flashpont onde estarei explicando melhor tudo isso.

A dúvida é como CW vai lidar com isso, sem o Batman? É aguardar pra conferir!

A terceira temporada de The Flash começa a ser exibida entre setembro e outubro desse ano de 2016 nos EUA. Aqui no Brasil a série é exibida pelo canal pago Warner.


Flash Segunda Temporada


Nenhum comentário

adv/https://www.callangonerd.com/|https://3.bp.blogspot.com/-Z3774El9E50/XAfWQBgBNCI/AAAAAAAAaOw/nfOjDrWYxmwQdePcQkbQILxRAwFahN2JwCLcBGAs/s1600/600x600_FLECHAS_exibicaogif.gif

MAIS VISTOS

randomposts
Tecnologia do Blogger.